Paraná muda grade curricular do 6º ao 9 º ano

A educação integral deixa de ser objetivo do estado que passa a privilegiar algumas áreas do conhecimento e diminui carga horária de outras disciplinas consideradas “menos importantes”.

Com a decisão os estudantes do Estado do Paraná ficam cada vez mais distantes de uma educação integral e perdem competitividade por vagas em instituições renomadas de ensino em todo país, que só garantem vagas mediante cotas destinadas aos estudantes destas escolas.

O desenvolvimento físico e a capacidade de expressão por linguagem artística perderam status e carga horária. História e Geografia também estão em plano secundário, na formação de crianças do 6º ao 9 º ano.

No Paraná também o ensino médio tem sido atingido por medidas que levam a má formação dos alunos através de disciplinas que tem sua carga reduzida e agrupada em aulas semestrais, tirando do estudante a oportunidade de longo tempo de contato com a disciplina e dos professores a oportunidade de trabalharem com a construção de conceitos e trabalhos que os alunos deveriam desenvolver a médio e longo prazo.

Alteração da grade

A decisão foi tomada pela Secretaria de Educação do Paraná que definiu nesta terça-feira (12) que a nova matriz curricular de referência para os anos finais do Ensino Fundamental terá ênfase nas disciplinas de Matemática e Língua Portuguesa. Ao todo, serão 25 aulas semanais sendo que Matemática e Língua Portuguesa terão cinco aulas cada, portanto quase 50% do tempo.

A princípio havia a intenção de se alterar também a matriz do Ensino Médio, porém, a Secretaria avaliou que era preciso discutir soluções logísticas para aumentar a carga horária do Ensino Médio.

Conheça a realidade das escolas do Norte Pioneiro

A mudança, que atinge 800 mil estudantes do 6º ao 9º ano, visa preparar melhor os alunos para o Ensino Médio e também planejar melhor a rede de ensino. Sob este aspecto a grande questão está justamente na falta despreparo que estes alunos terão, principalmente em história e geografia. Além disto a discussão também gravita em torno do papel da escola, que deve dar ao cidadão formação integral e não simplesmente prepara-lo para um próximo período.

De acordo com o governo estadual, entre as vantagens de ter uma matriz de referência estão a garantia da oferta do mesmo número de aulas em todas as disciplinas para todos os estudantes, maior facilidade para organizar o trabalho pedagógico, facilidade para a transferência de alunos entre escolas e entre municípios ou estados, e também a maior possibilidade de organização da hora atividade concentrada com os professores de cada disciplina.

Veja quantas horas/aulas semanais terá cada disciplina do 6º ao 9º ano

Arte 2 2 2 2

Ciências 3 3 3 3

Educação Física 2 2 2 2

Ensino Religioso 1 1 – -

Geografia 2 3 3 3

História 3 2 3 3

Língua Portuguesa 5 5 5 5

Matemática 5 5 5 5

Parte diversificada

Língua Estrangeira – Inglês 2 2 2 2

TOTAL 25 25 25 25

Por em 13 dez 2012. Arquivado em Geral, Paraná. Você pode acompanhar quaisquer comentário a esta notícia através do RSS 2.0. Comentários e pings estão fechados no momento.

Comentários fechados.

Design by Design in Site
Todos os direitos reservados. Gazeta 24 horas.