Jogar bete, bete-ombro

Jogar Bete, Bete-Ombro ou Taco já foi popular para crianças durante décadas. E ainda é um jogo muito disputado para algumas crianças que tem a felicidade de contar com uma rua tranquila em um bairro onde os amigos moram por perto e é possível brincar sem perigo, até muito tarde da noite – se der sorte até as 20h.

Depois disso a mãe grita o nome dos filhos e todos tem que encerrar o jogo. Ganha quem tiver mais pontos quando a mãe chamar.

Jogo fácil, barato e divertido o Bete, Bete-Ombro ou Taco é um popular jogo de rua que mistura fundamentos do críquete e do beisebol. Seu nome varia de acordo com a região do país: bet, bets, tacobol, bete-ombro, betcha, casa, entre outros. O objetivo básico é rebater a bola – geralmente se usa uma bola de borracha – arremessada pela equipe adversária para o mais longe possível. É jogado com dois integrantes em cada time, que se revezam entre o arremesso e a rebatida.

As regras também variam, e há improvisos e acordos entre a criançada. Mas de modo geral funciona da seguinte maneira: um jogador de uma das equipes joga a bola com intuito de derrubar a “casa”, garrafa com água posicionada atrás do rebatedor. Se isso ocorrer, invertem-se as posições: o arremessador vira rebatedor. Caso a bola seja rebatida, o rebatedor deve correr de um lado ao outro do campo e cruzar os tacos com o parceiro, fazendo assim um ponto. O arremessador deve correr atrás da bola e recuperá-la o mais rápido possível para tentar derrubar a garrafa ou acertar os rebatedores que estão com os tacos fora da área da “casa”. O jogo acaba quando se marca 25 pontos, ou quando a mãe chamar!

Problemas táticos e de segurança, quando jogamos na rua: carros são um problema tático e de segurança. Tático porque se a bola for para baixo do carro será demorado tirá-la de lá o que garante muitos pontos para uma das equipes e de segurança por motivos óbvios. Além disto alguns motoristas insistem em passar “derrubando a casa”.

A vantagem do Bete, e possivelmente a razão  da sua popularidade, está no local de jogo. O campo não possui dimensões definidas, ficando a critério dos jogadores a marcação ou não de um espaço. Não há restrições quanto ao terreno, embora seja comum a prática em pisos de asfalto para aumentar a velocidade da bola quando rebatida.

Há kits deste jogo em lojas de brinquedos. É comum encontramos adultos e crianças brincando nas praias, mas o bom mesmo é fazer o seu material. Encontrando uma tábua de caixote (sem pregos), uma garrafa para servir de casa e uma bolinha para arremessar e rebater.

Para o Jornal Gazeta 24 Horas o esporte nem sempre é competição para exibição em mídias,  times organizados, decisões em estádios lotados e patrocinadores alucinados pelos resultados. Esporte é também companheirismo, diversão e saúde. Pratique esporte, divirta-se como esta turma que joga taco como profissionais.

Por em 30 set 2012. Arquivado em Esporte. Você pode acompanhar quaisquer comentário a esta notícia através do RSS 2.0. Comentários e pings estão fechados no momento.

Comentários fechados.

Design by Design in Site
Todos os direitos reservados. Gazeta 24 horas.